publicado dia 07/01/2021

Mais Diferenças publica material com brincadeiras inclusivas para a primeira infância

por

O Projeto Brincar lança mais um material pedagógico inclusivo. O “Fios do Brincar: tecendo o acolhimento de todos os bebês e crianças pequenas” reúne sugestões de atividades para bebês e crianças com e sem deficiência, principalmente aquelas com idade entre 0 e 3 anos. 

Leia + Conheça uma série de jogos africanos simples e divertidos para brincar em casa

O conteúdo traz sugestões de brincadeiras acessíveis e inclusivas para todos desde a mais tenra idade. Nessa etapa, é fundamental que a interação com o bebê se dê pela brincadeira e ludicidade. Entender a singularidade de cada um e as diferenças auxiliará nesse processo. É por este motivo que o material foca em atividades que possam ser realizadas por pessoas com e sem deficiência, sem necessidade de adaptações. 

“Para construir um mundo para todos, é necessário considerar as diferenças desde o início, a partir da inteireza de cada sujeito”, diz trecho do material, que foi desenvolvido pela OSCIP Mais Diferenças para o Projeto Brincar, uma iniciativa da Fundação Grupo Volkswagen em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.

A primeiríssima infância

O período de 0 a 3 anos de idade reúne diferentes momentos, e, em cada um deles, o bebê apresenta características. Há, contudo, um fio que une esses três primeiros anos, comumente chamados de primeiríssima infância: a descoberta de forma multissensorial, do próprio corpo, os outros e o ambiente ao seu redor.

Reflexões, ideias e modos de fazer a partir da perspectiva inclusiva estão presentes no Fios do Brincar. As sugestões de mediação são divididas em três grandes partes: Zona de Bugiganga, com a descoberta de diferentes objetos; Exploração dos sons e da musicalidade, com a investigação de timbres, vibrações, intensidades e volumes; e, por fim, Explosão de cores, sabores e sensações.

Pílulas do Brincar traz propostas de brincadeiras artísticas e inclusivas