Publicado dia 07/01/2015

Formação de educadores na Educação Integral

A formação continuada de professores pode ser entendida como um processo permanente de aperfeiçoamento dos saberes necessários à atividade profissional, realizado após a formação inicial, com o objetivo de assegurar um ensino de melhor qualidade aos educandos. Ela não se restringe somente a cursos de atualização, mas deve ser encarada como um processo construído no cotidiano escolar de forma constante e contínua, por meio de estudos, pesquisa, reflexão e ação sobre a prática.

Leia + Como formar gestores e professores para atuar na educação integral?

educação integral se refere a uma concepção, uma nova proposta educacional, que expande a compreensão de educação para além dos conteúdos compartimentados do currículo acadêmico. Dessa forma, implica um novo paradigma educacional, no qual os papeis da escola, dos conhecimentos escolares e, consequentemente, dos profissionais da educação precisam ser repensados. Neste novo cenário, todos os sujeitos envolvidos nas relações educativas se tornam educadores.

Veja possibilidades de integração e formação dos novos agentes educativos para um programa de educação integral.

Assim, nos contextos de implementação e oferta de educação integral é necessário que todos os trabalhadores da educação – gestores, professores, coordenadores pedagógicos, monitores, educadores comunitários, funcionários – tenham a oportunidade de vivenciar processos de formação continuada, a fim de que possam refletir sobre suas concepções e ideias acerca da educação, possibilitando as mudanças necessárias à implementação de propostas que realmente se preocupem com o desenvolvimento integral dos sujeitos.

Para saber mais

Especialistas discutem os desafios do professor de Educação Integral, do Centro de Referências em Educação Integral em 20 de outubro de 2013.

Os princípios da educação integral em práticas educativas, reportagem do Centro de Referências em Educação Integral de 5 de janeiro de 2015.

Desvendando o PNE: professores necessitam de plano de carreira, formação e boas condições de trabalho, reportagem do Centro de Referências em Educação Integral de 14 de outubro de 2014.

A profissionalização docente exige novos parâmetros, texto publicado pelo Cenpec em 17 de novembro de 2014.

Curso “Múltiplos Saberes” da UFPE atua na formação de agentes em Educação Integral, experiência relatada pelo Centro de Referências em Educação Integral.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul forma educadores via especialização em Educação Integral, experiência relatada pelo Centro de Referências em Educação Integral.

Mesquita, Iolene; Mendonça, Mercês; Pereira, Sueli. A formação continuada de professores na escola de tempo integral. In. Itinerarius Reflexiones. Revista Eletrônica de Pedagogia do Campus de Jataí (UFG), v. 1, n.12. Goiás: 2012. Disponível para download no link.