publicado dia 31/07/2020

Um documentário para discutir as consequências da abolição da escravatura com a turma

por

“Sobre Sonhos e Liberdade” é um documentário inédito, de Francisco Colombo e Marcia Paraíso, que pode servir para disparar debates com as turmas sobre as consequências da abolição da escravatura no Brasil.

Leia + Como pensar a construção de uma educação antirracista

Ao longo de 70 minutos, a produção audiovisual traz depoimentos de historiadores, cientistas sociais, ativistas e artistas, sobre como o apagamento do protagonismo negro foi uma constante no processo que culminou com a libertação dos escravizados no Brasil.

Quando o decreto da abolição foi assinado, o pano de fundo era uma crescente luta dos negros não só por liberdade, mas por igualdade de direitos. A historiadora Wlamyra Albuquerque, uma das entrevistadas do filme, afirma que a “canetada” da Princesa Isabel “esvaziou o sentido político da escravidão”. Um ato de silenciamento que pôs fim aos projetos de liberdade de uma maioria da população brasileira – acesso à terra, educação, trabalho, direitos civis. Passados mais de 100 anos, a luta pela igualdade e liberdade permanece a mesma.

O documentário também mostra a rica cultura trazida pelos escravos de seus países de origem, na África, presente até hoje em manifestações culturais de rua pelo Brasil, como as rodas de capoeira, que eram muito mais do que uma mistura de luta e dança: os mestres também faziam partos e tinham profundos conhecimentos de ervas medicinais.

Produzido pela Filmógrafo e pela Plural Filmes, o documentário foi viabilizado pelo canal Curta! com verbas do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Indicado para maiores de 12 anos, é preciso alugá-lo por R$4,90 no tamandua.tv.br para assisti-lo.

3 filmes e uma série para discutir racismo estrutural na educação