publicado dia 15/06/2021

Itaú Social lança a tecnologia educacional “Gestão da Educação para a Equidade Racial”

por

Para apoiar as secretarias de Educação de todo o Brasil a atuarem pela equidade racial e na promoção da igualdade de oportunidades para estudantes, o Itaú Social lançou a tecnologia educacional “Gestão da Educação para a Equidade Racial”, que está disponível gratuitamente no site do programa Melhoria da Educação.

Leia + Como pensar a construção de uma educação antirracista

A tecnologia, destinada a todas as redes de educação, olha para todos os processos pedagógicos e de gestão. Para implementá-la, é preciso envolvimento do gestor e sua equipe que vão ajustar as ações conforme a realidade local do município.

De acordo com estudo do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) de 2018, 39% de estudantes pretos e 34% de pardos apresentam trajetórias escolares não lineares, marcadas por reprovações e abandono. Entre os brancos, o percentual é de 22%. Esse é apenas um dos diversos dados que representam a desigualdade educacional no país.

“Nesta tecnologia, o gestor ou gestora vai se apropriar de conhecimentos necessários para promover e fortalecer as estratégias de promoção da equidade racial na educação básica. O que implica tratar de temas como racismo, discriminação e segregação, presentes no cotidiano educacional, mas nem sempre abordados”, explica a especialista em educação do Itaú Social, Sonia Dias.

Durante a jornada, os participantes poderão elaborar diagnósticos sobre a situação de crianças, adolescentes e jovens negros e indígenas e se apropriar de conhecimentos para a implementação de normativas que ampliem o acesso à diversidade étnico-racial. Também contarão com instrumentos de monitoramento e avaliação para identificar as mudanças da sua realidade.

Resultados esperados 

  • Curto prazo: ter a gestão municipal engajada para o avanço das práticas de equidade racial na educação municipal; implementar o plano de ação para a inserção da equidade racial nos processos de gestão e pedagógico, com aval da governança.
  • Médio prazo: orientar as estratégias da secretaria municipal de educação pelas leis nº 10.639/2003 e nº 11.645/2008; inserir a temática da equidade racial nos processos da secretaria, no currículo municipal e no Projeto Político Pedagógico (PPP) das escolas; ter profissionais da secretaria capazes de implementar ações de equidade racial em seu cotidiano.
  • Longo prazo: aumentar o desempenho e reduzir a evasão escolar entre crianças, adolescentes e jovens negras(os) e indígenas; ter escolas implementando PPPs dotados de metas de equidade racial.

Melhoria da Educação

O programa, desenvolvido há mais de 20 anos pelo Itaú Social, tem por objetivo contribuir com o fortalecimento das secretarias municipais de educação para garantir acesso, permanência e aprendizado com equidade. Em seu site, também estão disponíveis as tecnologias educacionais Planejamento estratégico e Gestão de pessoas e de recursos. Além disso, a plataforma oferece o Autodiagnóstico da Rede de Ensino, instrumento disponível para que os gestores avaliem diferentes aspectos da gestão de uma secretaria de educação.

Educação antirracista: caminhos abertos pela Lei Federal nº 10.639/03