publicado dia 26/05/2014

Portaria institui o Marco da Educação Popular

por

Na última semana, durante o Seminário Nacional de Educação Popular em Saúde, em Brasília (DF),  foi assinado o Marco de Referência de Educação Popular para as Políticas Públicas. O documento tem como objetivo promover um campo comum de reflexão e orientação de práticas coerentes com a perspectiva metodológica proposta pela Educação Popular.

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Participantes na solenidade do Marco de Referência. Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Além disso, pretende apoiar os diferentes setores do governo em suas ações educativas e formativas para que, dentro de seus contextos, mandatos e abrangências, possam alcançar o máximo de resultados. O Marco reflete um novo momento de valorização das práticas de educação popular que acontecem dentro e fora do Governo Federal. Seu propósito é criar um conjunto de elementos que permita o fortalecimento e a identificação de práticas de Educação Popular nos processos das políticas públicas, estimulando a construção de políticas emancipatórias.

O Marco integra o conjunto de ações previstas na elaboração da Política Nacional de Educação Popular, processo coordenado por grupo interministerial e por membros das universidades e de organizações da sociedade civil, como o Instituto Paulo Freire e a Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais.

A educadora Nita Freire, mestre e doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) foi homenageada durante o lançamento do Marco e comemorou a solenidade como uma homenagem ao educador pernambucano, Paulo Freire, entendido como referência estruturante do documento.

Com informações da Conferência Nacional de Educação

Escola trabalha para resgatar valores e culturas de assentamentos