publicado dia 11/08/2015

Minas Gerais faz evento para escutar jovens do ensino médio

por

Durante todo um dia, ao redor de 600 estudantes e professores dedicando-se a debater os problemas da escola e estratégias para torná-la mais atrativa, sobretudo no ensino médio: essa é a premissa da Virada Educação Minas Gerais (VEM), promovida pela Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais. A iniciativa aposta que adolescentes e educadores podem ser protagonistas das mudanças necessárias no Ensino Médio.

Os participantes são de escolas estaduais de Belo Horizonte e de diversas cidades do Território Metropolitano. Na terça-feira (11/08) acontece a primeira roda de conversa da Virada. A abertura conta com a presença da secretária de Educação, Macaé Evaristo.

De acordo com informações da Secretaria, o foco da Virada é o adolescente entre 15 e 17 anos. A iniciativa tem como objetivo trazer o jovem que está fora da escola de volta aos estudos e também aproximar a escola do universo adolescente, a partir do envolvimento de vários atores sociais que podem contribuir para a melhoria do ambiente escolar e do desenvolvimento intelectual e humano do estudante: pais, artistas, comunidade do entorno da escola, associações, educadores e a juventude, dentre outros.

O diálogo entre os atores envolvidos será feito por meio de dinâmicas, discussões em grupos e apresentações. Os adolescentes e docentes reunidos na roda de conversa debaterão acerca dos pontos positivos e negativos da escola, hoje, e quais papeis ela deveria cumprir em suas vidas.

Até dia 1o/09, outros 16 territórios do Estado também vão contar com rodas de conversa que acontecerão até 10 de setembro. Ao todo, foram inscritas 3660 pessoas para estes eventos, sendo 1820 estudantes e 1840 professores. As participações são voluntárias. Para estas rodas, a SEE conta com o apoio do Unicef, que desenvolveu a metodologia e irá levar o movimento para outros 84 municípios do semi-árido do Estado de Minas Gerais que fazem parte do projeto Selo Unicef.

A Virada terá um momento de encontro e celebração, que vai acontecer no dia 19 de setembro, quando as escolas estaduais vão realizar debates, exibições de filmes, curtas-metragens e apresentações artísticas e culturais, dentre outras iniciativas a serem programadas pelas próprias escolas.

A Virada teve inspiração no evento de mesmo nome realizado ano passado na capital paulista pelo movimento Entusiasmo. Entre os parceiros da Virada de Minas Gerais estão o Programa Cidadania dos Adolescentes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Fórum da Juventude da Grande Belo Horizonte, Oficina de Imagens, Internet sem Fronteiras, Associação Imagem Comunitária e Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte, dentre outros.

Com informações da Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais

A importância de políticas públicas articuladas na implantação da Educação Integral