publicado dia 10/06/2019

EducaMídia: conheça o programa de educação midiática para crianças e jovens

por

Como lidar com o excesso de informações? Como diferenciar fatos de opiniões? Como produzir e compartilhar mensagens com responsabilidade? Para ensinar crianças e adolescentes a encontrar caminhos para estes desafios do mundo atual, o Instituto Palavra Aberta lançou o EducaMídia – Programa de Educação Midiática.

Leia + 5 palestras sobre inovação, tecnologia e educação

educação midiática é um conjunto de habilidades para acessar, analisar, criar e participar de maneira crítica do ambiente informacional e midiático em todos os seus formatos — dos impressos aos digitais.

Inteiramente gratuita, a formação parte do princípio de que lidar com esses obstáculos altera profundamente a noção de alfabetização.

Assim, não basta ser capaz de ler o que aparece nas telas. É preciso interpretar intenção, autoria e contexto. É preciso dominar as ferramentas e as linguagens para saber consumir e produzir informações de foma segura e responsável, e sem contribuir com o aumento da intolerância.

O programa se propõe a formar professores, prioritariamente de Ensino Fundamental, para que eles trabalhem com crianças e adolescentes a partir de três competências centrais: interpretação crítica das informações, produção ativa de conteúdos e participação responsável na sociedade.

Na plataforma digital do EducaMídia, há conteúdos para formação e pesquisa, além de materiais e recursos para a sala de aula alinhados com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

O programa de educação midiática receberá investimento de R$ 4 milhões do Google.org, braço de filantropia do Google, ao longo dos próximos dois anos, e é constituído pela Unesco e diferentes organizações de educação e jornalismo.

 

Projeto propõe aos alunos repensar a tecnologia em sala de aula com perspectiva humanista