6° Prêmio Territórios Tomie Ohtake

publicado dia 29/07/2022

Cartilha do Unicef indica como escolas podem prevenir e responder às violências

por

O Unicef, Fundo das Nações Unidas para a Infância, lançou a cartilha Comunidade Escolar na Prevenção e Resposta às Violências, que aborda as formas como educação e violência se interseccionam, e compartilha possibilidades de prevenção e enfrentamento intesetorial.

Leia + Um panorama da ampliação das desigualdades no Brasil e seus impactos para a educação

É na escola que muitas violências sofridas na família e na comunidade são percebidas e ela pode ajudar a romper com ciclos de violações de direitos de crianças e adolescentes. A escola, em si, também pode ser o espaço onde violências são produzidas, o que demanda atenção de toda a comunidade escolar.

A cartilha traz referências legais, conceitos e orientações práticas sobre como identificar e agir diante de uma violência produzida ou revelada no ambiente escolar. Também são propostas ações de prevenção articuladas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e consideradas sempre de uma perspectiva intersetorial.

O material é voltado para profissionais da Educação, Saúde, Assistência Social, Justiça e toda a sociedade civil e, no final do documento, há um caminho para identificar pontos de partida para a construção de um trabalho coletivo de prevenção e resposta às violências.

Acesse a cartilha Comunidade Escolar na Prevenção e Resposta às Violências

Competências socioemocionais não resolvem os conflitos na escola; entenda

As plataformas da Cidade Escola Aprendiz utilizam cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade.
Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.