publicado dia 18/10/2021

Campanha de financiamento coletivo quer levar 200 livros sobre inovação e educação para escolas públicas

por

Uma vaquinha virtual pretende levar 200 exemplares do Guia de Sobrevivência da Educação Inovadora para escolas e bibliotecas públicas do Brasil, principalmente para iniciativas de periferias e do interior. Até agora, 91 livros já foram arrecadados e enviados para organizações diversas de todos os Estados e Distrito Federal. É possível apoiar a iniciativa em www.catarse.me/200guias.

Leia + Um retrato dos desafios da Educação do Campo no contexto da pandemia

“Em 2013, viajei o Brasil de ônibus para mapear iniciativas educacionais transformadoras. Alguns anos depois, comecei a entender que muitos projetos inovadores acabavam por conta de vários problemas. Então, resolvi escrever o Guia de Sobrevivência da Educação Inovadora para apoiar educadores a continuarem seus projetos”, conta o autor Caio Dib.

A campanha já enviou livros para escolas indígenas, rurais, ribeirinhas, quilombolas, comunitárias, inclusivas, do MST, Waldorf públicas, entre outras – principalmente fora do eixo RJ-SP. As iniciativas foram indicadas pelo colaboradores do financiamento coletivo ou mapeadas por Caio Dib. Você pode explorar a lista de organizações aqui.

Na foto, uma das escolas que vai receber o livro nos próximos dias: a Escola Municipal do Campo Trabalho e Saber, que fica em assentamento do MST no interior do Paraná.

*Foto: José Carlos de Jesus Lisboa

Literatura como aliada de professores para promover um olhar antirracista desde cedo