Ojo de Agua: ambiente educativo prioriza autonomia na aprendizagem

Publicado dia 07/05/2014

Iniciativa: Ojo de Agua

Pública ou privada: Privada

Créditos: Reprodução

Créditos: Reprodução

Descrição: O ambiente educativo Ojo de Agua (Olho d’água) está localizado no centro da região de Marina Alta, norte de Alicante, na Espanha. O espaço não é considerado uma escola formal, mas um parque ecológico que se baseia nos princípios éticos, de atitude e desenho da permacultura. São valores comuns à proposta: o cuidado com a terra, com as pessoas e a convivência igualitária.

Leia também: “Quintal das Crianças” reconfigura espaços públicos em prol da infância

Tudo isso acontece em uma área que valoriza o contato com o território e o respeito ao meio ambiente. A instituição se organiza em um prédio construído a partir de diretrizes sustentáveis que, sobretudo, olham para a economia de energia e de água. Entre as instalações convivem crianças e jovens de 3 a 18 anos em uma vivência que se pauta pelos interesses pessoais.

As crianças e jovens podem desfrutar de espaço para reuniões, conferências ou cursos e também de dormitórios e cozinha coletivos que estimulam a convivência entre eles; há ainda biblioteca e espaço para trabalhos corporais.

Por uma educação integral

O percurso de aprendizagem das crianças e jovens do Ojo de Agua é conduzido de acordo com as necessidades de cada um. A ideia é que cada participante utilize o tempo da maneira como achar oportuno, a partir de atividades voluntárias que não seguem um currículo pré-determinado, nem pedem notas ou avaliações. As aulas e classes acabam surgindo por demanda e a participação dos familiares é sempre bem-vinda.

Depoimentos

Depoimentos selecionados e traduzidos do site da iniciativa

“Aqui aprendemos coisas da vida” (criança de 11 anos)

“É rico para os familiares conhecer e se familiarizar com outro estilo educativo, uma forma sensível e diferente de se relacionar com crianças e comunicar limites e propostas” (pai de aluno)

As crianças e jovens são livres para traçar o seu caminho intelectual, emocional e social necessário ao seu próprio desenvolvimento, sempre tendo como diretrizes de suas escolhas o respeito, a convivência, a saúde emocional e a sustentabilidade. Para a instituição, essa postura autônoma somada a recursos materiais e humanos são as condições necessárias para promover a conexão interior de cada indivíduo com suas ações no mundo exterior.

São atividades comuns ao espaço os jogos, momentos de leitura, experiências musicais e gastronômicas, plantio, experimentos e outras situações que aproximam o aprendizado da vivência prática e do aprender fazendo, uma das principais diretrizes da instituição.

Outra característica marcante gira em torno das decisões acerca do espaço, inteiramente tomadas de maneira coletiva. A instituição mantém assembleias em que gestores, crianças e jovens  participam com o mesmo poder de voz e voto. Nesses encontros são comuns como pauta: desenvolvimento de novas atividades, mediação de conflitos, uso dos espaços e gestão de recursos.

Início e duração: de 1999 até os dias atuais.
Local:
cidade de Alicante, Espanha.
Responsáveis:
Ojo de Agua.

Principais resultados

Créditos: Reprodução

Créditos: Reprodução

Um dos principais ganhos da dinâmica de aprendizagem do Ojo de Agua é a bidirecionalidade que faz com que adultos e crianças aprendam mutuamente; nessa perspectiva, os alunos têm liberdade em suas iniciativas e aprendem a atuar de maneira compartilhada com os demais participantes.

Isso incentiva a cooperação em um ambiente mais realista, já que eles têm a oportunidade de colocá-la em prática diretamente, saindo do campo conceitual, bastante comum nas escolas tradicionais.

Longe de uma perspectiva conteudista, há mais de dez anos os alunos são estimulados diariamente a desenvolver uma capacidade investigativa e, a partir dela, a apreender conceitos e métodos próprios de resolver os problemas que aparecem, trabalhando a autoria e autonomia no processo de ensino-aprendizagem.

Contato

Email: info@ojodeagua.es
Site: http://ojodeagua.es/

18 experiências que promovem a autonomia e protagonismo dos estudantes