No interior de PE, Projeto Solidariedarte atua com atividades lúdicas no aprendizado de crianças

Publicado dia 12/10/2013

Iniciativa: Projeto Solidariedarte

Pública ou Privada: 3º Setor

Descrição: Utilizar o lúdico para ensinar ecologia, música e informática para crianças. Essas atividades têm feito a diferença na aprendizagem de estudantes de duas escolas do município de Igarassu, interior de Pernambuco, por meio do Projeto Solidariedarte.

O projeto é fruto da parceria entre organizações sociais e escolas públicas da cidade, que, em 2010, uniram-se a fim de oferecer atividades extracurriculares no contraturno das escolas. As atividades acontecem tanto no espaço escolar quanto nas organizações parceiras, que já realizavam trabalhos de acolhimento e combate ao trabalho infantil. As crianças que estudam pela manhã recebem a formação diferenciada no turno da tarde e vice-versa.igarassu-198

O ensino de música acompanha o de ecologia lúdica, em um processo que estimula as crianças a produzirem seus próprios instrumentos com materiais de reciclagem colhidos na própria comunidade, como garrafas PET e tubos de PVC. Com um ensino voltado para a criatividade, as crianças já produziram chocalho feito de tampinhas de refrigerante,maraca com grãos de milho e feijão e xilofones a partir de canos.

Crianças da Escola Santa Maria, uma das envolvidas no processo, participam de atividades de Educomunicação, nas quais elas  são as principais responsáveis pela produção das matérias divulgadas no jornal e rádio escolares.

O projeto é financiado pelo Fundo Juntos pela Educação, uma iniciativa pela educação em tempo integral, do Instituto C&A, Instituto Arcor Brasil e VITAE. 

Início e duração: 2011 até os dias atuais
Local:  Igarassu – Pernambuco
Responsáveis: Fundo Juntos pela Educação
Envolvidos e parceiros: -Sociedade Movimento dos Folcolares, Escola Santa Maria, Escola Municipal João de Queiroz Galvão, União dos Meninos e Meninas de Igarassu (UMMI ), Instituto C&A, Arcor Brasil e VITAE.

Financiamento: Instituto C&A, VITAE e Arcor Brasil.

Principais Resultados: Um dos principais resultados do projeto é o fortalecimento familiar e comunitário, e a valorização dos espaços da região, utilizados para a formação de estudantes.

A cultura local também vem sendo mais valorizada, já que por meio das oficinas, os estudantes produzem seus próprios instrumentos para tocar músicas da tradição e folclore local.

Os professores de disciplinas regulares também enxergam avanços com as oficinas de comunicação. Por meio da comunicação, os estudantes passaram a ler mais, o que melhorou também a escrita.

Contatos

Site: http://www.juntospelaeducacao.com.br/inscricao_resultado.htm

Escola

Música na Escola: projeto modifica a realidade de alunos no Mato Grosso