Em Mococa (SP), projeto combate trabalho infantil por meio de atividades culturais

Publicado dia 23/12/2013

Iniciativa: Projeto Cata-Vento de Oportunidades

Pública ou Privada: Terceiro Setor

Recolher papelão. Vender balas no semáforo ou realizar tarefas do lar. Essas são algumas das atividades ilegais realizadas por crianças em diversas localidades do Brasil, deflagrando o trabalho infantil, prática que viola os direitos de crianças e adolescentes e os impede de um pleno desenvolvimento. Em Mococa, município do interior de São Paulo, essa realidade não é muito diferente.  A partir de mapeamento realizado pela Organização da Sociedade Civil de Interesse Público Tumm (Todos Unidos Mudaremos o Mundo), foi possível detectar que o trabalho infantil era uma constante em diversos bairros da cidade. A fim de transformar essa situação, a organização criou o projeto Cata-Vento Oportunidades, com o intuito de combater o trabalho infantil por meio atividades educacionais e culturais.

Mobilização Interativa de Adolescentes/Divulgação

Mobilização Interativa de Adolescentes/Divulgação

Após mapear os pólos de concentração de trabalho infantil pela cidade, o Tumm passou a realizar atividades lúdicas em praças públicas – como teatro com fantoches, perna de pau e argila – no intuito de acolher e se aproximar dos jovens e diagnosticar os principais anseios desse público. Após esta etapa, o projeto migrou para seis bairros de Mococa, replicando as ações que já vinha fazendo. O trabalho teve início a partir da articulação com movimentos sociais, escolas e associações de bairro, que passaram a acolher a iniciativa em seus espaços.

Inicialmente, o objetivo era estabelecer um elo de confiança entre os educadores e os  jovens, para que assim fosse criado um espaço de diálogo sobre a realidade local. Desse modo, foi possível estar em contato também com os familiares de meninos e meninas, conscientizando-os sobre a questão do trabalho infantil – que muitos desconheciam – e sobre a importância da educação durante a infância e a adolescência.

Divulgação

Divulgação

Depois de cerca de um ano atuando nos bairros, o projeto passou a abrigar os participantes em sua sede, localizada na região central de Mococa. As atividades desenvolvidas foram ampliadas a partir da disponibilidade de espaços com estrutura para teatro, pesquisa, entre outros recursos; com isso, ampliou-se a atuação em prol da autonomia dos participantes.

Os educadores procuram escutar as necessidades e objetivos de cada indivíduo, para então adequar as ações de acordo com as expectativas e promover um ensino autônomo. Baseada em uma metodologia participativa, as atividades possuem caráter pedagógico e trazem para o debate temas como valores, cidadania, saúde, prevenção, sexualidade, namoro, para que as crianças e adolescentes possam refletir e produzir conteúdos após as conversas.

Início e duração: 2008 até os dias atuais. 
Local:
Mococa (interior de SP)
Responsáveis: Tumm
Envolvidos e parceiros: movimentos sociais e culturais, associações de bairro, escolas públicas da cidade
Financiamento: Fundação Vivo-Telefônica (2008-2012) e Fundação Abrinq (atual)

Principais resultados

Mostrar para os jovens, por meio das artes em geral, o que é e como combater o trabalho infantil é um dos maiores feitos do projeto. A iniciativa conseguiu trazer para uma linguagem mais próxima dos participantes temas como a importância do estudo, prevenção de DST/AIDS, gravidez na adolescência e drogas, entre outros. catavento

A partir da proximidade com as escolas, foi possível identificar que os alunos envolvidos com atividades ilegais não apresentavam rendimento escolar. Para resolver a questão, as famílias foram envolvidas em um trabalho de conscientização que tinha como objetivo explorar a importância da escola na vida de crianças e adolescentes.

O Tumm também identificou que algumas famílias não só trabalhavam com os lixões da cidade, como também residiam nesses locais. Após um processo de incidência política junto à prefeitura local, a organização conseguiu desativar as moradias nesses espaços e, em parceria com o município, conseguir casas para algumas famílias e um planejamento de melhores condições de vida.

Dentre os resultados, pode-se ressaltar ainda maior envolvimento dos participantes, que passaram a dar mais opinião nos projetos e mudar a mentalidade acerca do trabalho infantil no município.

Contatos

Grupo TUMM – Todos Unidos Mudaremos o Mundo
Tel.: 19 3656 4501
Email: gtumm@yahoo.com.br
Facebook: www.facebook.com/grupotumm
Endereço: Rua Nicarágua, nº 113 Jardim Lavínia Mococa – SP CEP: 13.736-320

Conheça a história do procurador que luta pela erradicação do trabalho infantil