publicado dia 02/10/2013

Magé (RJ) articula ações para combater evasão dos estudantes

por

Prefeito Nestor Vidal no lançamento do programa. Crédito: Assessoria de comunicação de Magé

Prefeito Nestor Vidal no lançamento do programa. Crédito: Assessoria de comunicação de Magé

A prefeitura do município de Magé, cidade na região metropolitana do Rio de Janeiro (RJ), lançou programa de Combate à Evasão e Repetência Escolar, com o objetivo de acompanhar as escolas de forma mais efetiva tanto em relação às taxas de aprovação, quanto às de frequência e permanência dos estudantes.

A Secretaria de Educação do município também vem desenvolvendo trabalho conjunto ao Ministério Público do Trabalho para erradicação do trabalho infantil, uma das questões referentes à evasão escolar dos estudantes na cidade.

Segundo a prefeitura, o programa vem para concretizar as ações complementares de inserção educacional, cultural e social que já apresentaram resultados importantes na diminuição da evasão nos últimos anos.

Resultados
Em 2001, os números mostravam que a evasão era de 6,2%. Em 2012, o índice caiu para 4,4%, mesmo com o aumento da oferta de vagas dentro do sistema. O índice de aprovação de 2001 a 2012 subiu em 2% e o percentual de transferência caiu de 6,5% em 2001 para 4% em 2012.

Para dar atenção ao tema, a prefeitura e secretaria de educação vêm desenvolvendo ações conjuntas com o Conselho Tutelar, juiz da Comarca da Vara de Família, Infância e Juventude e com representante do Ministério Público, apresentando a frequência e índices de aprendizagem dos estudantes.

Paralelamente, vem sendo desenvolvido trabalho de conscientização de educadores, famílias, adolescentes e crianças sobre a importância da educação. Da mesma forma, a rede – de 95 escolas (26 creches e 69 do ensino fundamental) -, adotou o Mais Educação, o Escola Aberta, o Projeto Segundo Tempo e o Programa Saúde na Escola (PSE), integrando diferentes programas na ação municipal. Ao todo são 35 mil alunos matriculados.

As informações são do portal Diário Democrático. Acesse a matéria na íntegra aqui.

Escola combate evasão e Ideb baixo com ampliação da jornada e mudanças na gestão