publicado dia 02/10/2013

Editorial do jornal o Globo aponta que educação é chave para combater a desigualdade no país

por

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2012, apresentada recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística indicou, entre outros dados, que o processo de diminuição da desigualdade social estancou.

Segundo o editorial do jornal O Globo, isso aconteceu sem que tenha havido redução do número de pessoas empregadas ou diminuição do acesso às bens de consumo e conforto, como conexão à internet e eletrodomésticos. E, ainda que aquém do necessário, houve melhora nos índices de esgoto e água tratada nas moradias brasileiras.

Para o editorial, os programas de transferência direta de renda garantiram um avanço importante do país nos últimos anos, mas estão chegando ao limite do que conseguem avançar.

Segundo o jornal, os próximos passos para a redução da desigualdade devem ser os dos investimentos para a melhoria da educação básica e consequente inserção no mercado de trabalho. De acordo com os autores do texto, é preciso que os jovens concluam o ensino médio e tenham oportunidades de acesso à educação continuada e profissional, como, por exemplo, o ensino técnico e ensino superior.

Para o editorial, “a educação é a chave para o Brasil se tornar efetivamente menos desigual, e não se trata de uma solução mágica, pois haverá de fato oportunidades para os que estiverem em condições de aproveitá-las”.

Leia o texto original aqui.