publicado dia 23/02/2015

Edital incentiva produções científicas no campo da educação integral

por

A Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) incentiva as produções científicas no campo da educação integral. A partir do edital de publicação de Educação Integral em Tempo Integral, a instituição quer selecionar trabalhos que discutam o tema sob a perspectiva de sua história, políticas e/ou práticas pedagógicas. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 30 de abril.

Os inscritos concorrerão nas categorias relatório de pesquisa, dissertação de mestrado e tese de doutorado, incentivando a disseminação do conhecimento sobre o conceito em diferentes perspectivas. Para a professora associada da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Jaqueline Moll, que já atuou como diretora de Currículos e Educação Integral da Secretaria de Educação Básica no MEC de 2007 a 2013, o estímulo é importante não só do ponto de vista da construção de conhecimento, mas também de sua socialização. “Seguramente é uma forma de incidir a partir das experiências que estão sendo feitas em todo o país”, assegura.

Serão selecionados três produções, preferencialmente uma de cada categoria. Podem participar estudantes e profissionais maiores de dezoito anos, brasileiros natos ou naturalizados, residentes no Brasil.

Essas serão julgadas por uma comissão; e os trabalhos selecionados serão publicados pela Editora Massangana, da Fundação Joaquim Nabuco, em forma de livros na linha editorial de Educação Integral em Tempo Integral e posteriormente distribuídos pelo Ministério da Educação (MEC) prioritariamente para as Secretarias Estaduais, Distrital e Municipais de Educação; escolas públicas que desenvolvem ações de educação integral em Tempo Integral fomentada pelo MEC – Programa Mais Educação; universidades e institutos federais que desenvolvem ações de formação de professores.

Mais informações no edital.

Pernambuco realiza encontro para debater a Educação Integral no estado