Publicado dia 27/01/2014

Participação

Com informações do MECAction AidEmbaixada AmericanaSite do Planalto

Parte integrante dos princípios básicos de uma democracia, a participação é o ato do sujeito se tornar corresponsável pelas decisões de um território – seja ele físico ou virtual-, por meio de seu envolvimento efetivo – individual ou coletivo -, a partir de seus direitos sociais.

A participação agrega também a reivindicação desses mesmos direitos, o questionamentos sobre as políticas públicas existentes e a cobrança por parte dos cidadãos sobre as instituições que devem fazer essas políticas acontecerem.

Envolver-se em movimentos sociais, organizar os vizinhos para melhorar a sinalização da rua ou simplesmente analisar e trazer novos olhares para a resolução dos problemas sociais são exemplos de participação. Além disso, propôr abaixo-assinados, manifestações e intervenções no espaço onde se vive também são formas de participar da vida pública.

Um dever do cidadão, a participação é também uma forma de fazer com que  garantir direitos e liberdade sejam, de fato, garantidos.

Na Educação Integral, a participação aparece como um passo para que os diversos sujeitos interajam e colaborem para um projeto de educação plural. Para que esse projeto se torne real, é necessário que todos deem opiniões, se envolvam e, efetivamente, participem da tomada de decisões tanto na escola, como na vida comunitária que a congrega.