Cieja Campo Limpo realiza projeto Tutoria, estimulando a reflexão dos estudantes

Publicado dia 26/08/2013

Iniciativa: Reflexão entre os alunos – Projeto de Tutoria

Pública ou Privada: Pública

Descrição

O Projeto de Tutoria do Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (Cieja) Campo Limpo é um momento destinado à orientação dos alunos, fomentando o senso crítico e reflexivo sobre o contexto no qual vivem, a fim de serem também agentes de transformação da escola e da comunidade onde vivem. O Projeto de Tutoria é realizado todas as sextas-feiras em todos os turnos do Cieja. Cada professor é “tutor” de um grupo, no qual se dão as discussões e reflexões. A tutoria dura aproximadamente uma hora e meia. Esse projeto mobiliza diretamente a comunidade, uma vez que a observação do espaço se dá a partir dos estudantes, que também são moradores do bairro.

Histórico

A tutoria tem início com discussões acerca dos valores norteadores do Cieja, levando-se em consideração que valores surgem da escuta de todo a comunidade escolar. O Cieja Campo Limpo é composto por estudantes de variadas idades, por se tratar de uma escola de educação de jovens e adultos. Muitos deles, com problemas familiares, pessoais ou do próprio contexto social que circunda a escola, como a violência ou condições de vulnerabilidade. Como muitas vezes a necessidade da escola conhecer melhor seus alunos fica comprometida por conta das dinâmicas cotidianas, durante quatro anos a coordenação pedagógica estudou como desenvolver um momento destinado exclusivamente para o reconhecimento e aproximação do corpo docente com o corpo discente. A partir desta observação, foi criado um dia apenas para reflexão dos estudantes, gerando o Projeto de Tutoria. Um espaço no qual eles podem trazer tanto seus problemas pessoais, quanto os problemas da comunidade que os norteiam. São levantados temas em pauta na comunidade para reflexão e possíveis ideias para resolução dos problemas.

Como funciona

A partir das demandas levantadas por meio da reflexão individual de cada participante, o grupo de alunos e professores vai em busca de possíveis parceiros para o aprofundamento das questões levantadas. O parceiro pode oferecer uma aula de orientação ou um serviço, por exemplo.

As tutorias acontecem semanalmente e cada estudante permanece com um mesmo tutor durante um ano, a fim de fortalecer mais os laços de confiança. A maior parte do corpo docente está envolvida com a proposta e o professor sempre assume essa função como carga horária de trabalho.

Início e duração: A ideia surgiu em 2009, sendo estudada durante quatro anos, mas teve início em fevereiro de 2013.

Local: Cieja Campo Limpo, localizado na Zona Sul de São Paulo (SP).

Responsáveis: Todos os educadores são responsáveis, mas também os funcionários/colaboradores do espaço, mostrando que todos são também educadores. Em alguns casos, por interesse ou perfil, funcionários assumiram a função de tutoria.

Financiamento: Faz parte da Proposta Política Pedagógica (PPP) da escola e todos os recursos, como hora de professores, foram previstos no planejamento escolar.  

Principais Resultados:

Embora recente, a escola percebeu que, além dos educadores estreitarem os laços afetivos e de confiança com os estudantes, a partir dos problemas levantados por meio da reflexão, a escola possui, hoje, diversas parcerias, como a orientação de advogados aos fins de semana para dúvidas legais dos estudantes.

Contatos

Blog do Cieja: http://ciejacl.blogspot.com.br/

E-mail: ciejacampolimpo@prefeitura.sp.gov.br

Telefones: 5816.3701 / 5816.2907