Estratégias

Letramento e cultura digital

Com a ampliação das novas tecnologias da informação e comunicação (TICs) novas relações, capacidades e habilidades são colocadas diante da sociedade e, a educação, cada vez mais, precisa estar atenta à esta nova dinâmica. Hoje, a capacidade de usar as ferramentas e de interagir, no ambiente digital, permite ao indivíduo conectar-se ao mundo.

Por meio do computador, tablets e celulares, as crianças, adolescentes e jovens praticam a leitura e a escrita, se comunicam e interagem, tornam-se agentes da informação. Ou seja, mais do que apenas saber utilizar os recursos tecnológicos, é preciso que todos desenvolvam habilidades para construir sentido a partir de tudo o que circula no meio digital, incluindo, também, a capacidade para localizar, filtrar e avaliar criticamente informações disponibilizadas.

Atualmente, os educadores podem lançar mão de muitas práticas do campo da cultura digital que facilitam o processo de aprendizagem e tornam o aprendizado mais atrativo e significativo para os estudantes, tendo em vista que essa nova geração está imersa num mundo digital.

Podem ser acessadas, por exemplo, plataformas adaptativas que propõem atividades diferentes para cada aluno, sob medida, a partir de suas respostas e reações às tarefas; assim como jogos, animações e simuladores; passando por construções ligadas à robótica; além da elaboração de aplicativos e produtos de comunicação.

Na perspectiva da Educação Integral, trata-se, portanto, de um convite à criação de estratégias que assegurem aos estudantes o domínio de diferentes linguagens, o acesso aos veículos de comunicação, à prática da leitura e à crítica e, principalmente, à produção de comunicação como instrumento de participação democrática. Trata-se de uma nova relação entre educação, educandos e comunicação.

A escola ganha, assim, a possibilidade de converter-se em um espaço privilegiado para garantir às novas gerações os conhecimentos e as habilidades indispensáveis para que se comuniquem com a autonomia e autenticidade.

Conheça as práticas pedagógicas desta estratégia: