Estratégias

Múltiplas interações

Promover e fomentar práticas inclusivas na escola a partir de múltiplas interações tem se apresentado como fator-chave para a conquista de uma educação mais exitosa, tanto do ponto de vista de melhoria da aprendizagem dos estudantes, como da convivência entre toda a comunidade escolar.

Em vez de segregar os estudantes por suas habilidades ou pela diminuição das oportunidades educativas, essas práticas são marcadas por duas características centrais: a criação de grupos heterogêneos que incluem alunos de todos os níveis de rendimento e diversidade étnico-racial, de gênero, de sexualidade, social e territorial e a reorganização de recursos humanos para atender a todos os estudantes.

Assim, a partir de um olhar inclusivo, são desenvolvidas estratégias para que os alunos percorram seu processo de aprendizagem com o auxílio do professor, da escola e do território. Essas interações entre estudantes, e deles com a comunidade escolar e do entorno os convidam a estabelecer relações na diversidade, e a aprender a construir conhecimentos e sentidos coletivamente, estabelecendo pontes entre as diferenças na construção de um ambiente acolhedor para todos.

Nesta perspectiva, nenhum estudante é deixado para trás. A abordagem de inclusão não apenas proporciona igualdade de oportunidades como tem uma orientação profunda para a igualdade de resultados de aprendizagem e desenvolvimento entre todos os alunos. O resultado é a criação de um ambiente escolar que promove o respeito mútuo e a solidariedade, e que aceita e valoriza a diversidade.

Essas práticas ampliam as possibilidades de interação dos estudantes com o território, fomentam a aprendizagem dialógica, e convidam todos a compartilhar as responsabilidades por uma educação de qualidade.

Conheça as práticas pedagógicas desta estratégia: