Gestão > CULTURA DE AUTOFORMAÇÃO

CULTURA DE AUTOFORMAÇÃO

Nessas oficinas, os professores aprendem uns com os outros.

Compartilhe a prática:

Plantão Pedagógico

X

Prática elaborada por Karina Trotta e Roan Saraiva, analistas de educação do Oi Futuro

PLANO DE VOO

Em uma escola de educação integral, todos são educadores e aprendem uns com os outros. A proposta dessas oficinas é a troca de práticas, conhecimentos e metodologias. Na medida em que os participantes de uma prática de autoformação se percebem contemplados em suas necessidades, maiores as chances de que tal prática se torne um instrumento coletivo, presente e sustentado por todos os envolvidos.

“Uma formação de professor para professor é o melhor dos cenários, porque eles vivenciam os mesmos desafios. É sempre legal trazer para a escola convidados externos, mas nunca podemos esquecer de valorizar os nossos docentes”, explica Karina Trotta, uma das idealizadoras.

Crédito: Carlos Fernando - Guanabaratejo
1 / 1

Pilotando

1. Descubra os potenciais

Durante as conversas nos corredores e nas reuniões esteja atento a práticas inovadoras ou conhecimentos interessantes que os professores podem compartilhar. Atente também ao potencial dos seus professores e como este conhecimento pode agregar na formação do corpo docente. Vale ainda prestar atenção às dúvidas recorrentes dos educadores, demandas e necessidades. 

Outra forma de fazer esse levantamento é pedir aos professores interessados, via questionário, que apontem seus interesses, peçam atividades ou se voluntariem. 

2. Organize as oficinas

O ideal é ter uma data mensal fixa, em horário de trabalho, para criar uma cultura de compartilhamento. Se não for possível, agende de acordo com a necessidade. 

Também é interessante convidar professores de outras escolas, seja por meio da Secretaria, das redes sociais ou enviando e-mails. A troca entre escolas pode ser muito produtiva. Lembre-se de que todo professor pode participar ou liderar a formação. Todo educador é um potencial formador.

3. Para ir além

Estudantes também têm o que ensinar. Caso o corpo docente queira aprender algo que um aluno ou turma domine, é possível organizar uma oficina conduzida pelos estudantes. 

Equipagem

Compartilhe: