Personalização
Práticas

Educador orientador

O Educador Orientador tem, como princípio, a pedagogia da presença, que envolve as dimensões do cuidado e tem, como foco, a força transformadora da proximidade entre o educador e o educando. É uma estratégia personalizada de orientação pedagógica, que se centra nas demandas cognitivas e na formação humana dos alunos.

Os estudantes são divididos em times, considerando, principalmente, suas afinidades e diferentes saberes. Para cada time, é definido um educador orientador, que será o responsável pelo acompanhamento da trajetória escolar de cada participante. O educador deverá trazer, aos alunos, novos conhecimentos e exemplos.

Esta prática facilita a integração entre os educandos – e entre estes e os educadores –, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades interpessoais e da capacidade de trabalho colaborativo dos alunos. Ela tem a finalidade de apoiar a trajetória do educando, promovendo o desenvolvimento de um jovem autônomo como pessoa, solidário como cidadão e competente como futuro profissional.

Para a execução desta prática, é fundamental que o processo de orientação levado a cabo pelo educador esteja baseado na reflexão pedagógica e no planejamento coletivo de estratégias de implementação. Esta é uma metodologia que depende sobremaneira do envolvimento e da disposição do educador. Sua formação contínua e o olhar de cuidado em relação ao outro e a si mesmo são essenciais para a eficácia do método.

Dica  O Porvir lançou um site especial sobre personalização. Entenda por que essa forma de encarar o ensino é uma das mais fortes tendências da educação hoje, e veja conceito, exemplos e dicas de como proporcionar esse tipo de aprendizagem.

Como fazer

Planeje

Implemente

Avalie

Institucionalize

Materiais necessários

Aprendendo com quem faz

NAVE

O Núcleo Avançado em Educação (NAVE), projeto da Oi Futuro, é um programa voltado para pesquisa docente, que investiga práticas para uma educação inovadora, em diálogo com as demandas do século XXI. O trabalho do NAVE tem a missão de estudar práticas que inovem o método (como ensinar), o conteúdo (o que ensinar) e a forma de gerir este novo ambiente escolar e suas práticas.

Entre as experimentações metodológicas implementadas pelo NAVE, está a atividade do Educador Orientador. A prática foi criada em 2009, na Escola Cícero Dias, em Recife (PE). Além de escola, a Cícero Dias é um centro de pesquisa e disseminação de práticas pedagógicas, local de residência pedagógica de professores-pesquisadores.

Julio Horta, pesquisador da Oi Futuro, é um dos responsáveis pela implementação do Educador Orientador na escola. Ele conta que esta prática tem, como foco, a formação humana dos educandos, isto é, que o aluno saiba relacionar-se bem, considerar o outro, mas também ter autoconhecimento. A proposta é a formação do aluno para além da cognição, para que ele considere o meio, os valores e seus próprios potenciais.
O educador afirma que, entre os resultados obtidos, após cinco anos de implementação da prática e envolvimento de cerca de mil educandos, estão a diminuição de brigas entre alunos e uma convivência mais solidária de ajuda mútua e qualificação das reuniões de conselho de classe.