Gestão > INTERCÂMBIO ENTRE ESCOLAS

INTERCÂMBIO ENTRE ESCOLAS

O intercâmbio entre alunos do NAVE e de outras escolas permite troca de conhecimento e de práticas de ensino-aprendizagem.

Compartilhe a prática:

Plantão Pedagógico

X

Prática elaborada por Aldineide Lilian Gomes de Queiroz, do NAVE Recife

PLANO DE VOO

Receber estudantes e professores de uma escola vizinha e estimular que os da escola também visitem outros colégios é uma experiência que pode trazer ricas trocas de cultura, práticas e saberes. Para que isso seja bem-sucedido, a escola pode firmar parcerias com instituições que, de algum modo, estimulem o interesse dos estudantes – talvez pelo contexto sociocultural ou, então, pela metodologia de ensino diferente. Nesse intercâmbio, é indicado propor que os alunos passem alguns dias realizando oficinas, refeições e atividades juntos, para que as trocas se tornem ainda mais naturais e intensas.

1 / 2

Pilotando

Estabeleça parcerias

Identifique uma escola que possa oferecer a experiência que os alunos buscam e inicie um diálogo com a proposta de intercâmbio, deixando claro os objetivos que cada escola tem com as trocas.

Organize as atividades

Convide os estudantes e professores para participar do intercâmbio. O número de participantes do intercâmbio pode variar de acordo com a quantidade de oficinas e atividades que serão realizadas. Divididos em equipes, alunos e professores ficarão responsáveis por organizar as atividades. Ofereça oportunidades pedagógicas diferenciadas, como um passeio pela escola apresentando os espaços, oficinas práticas de diferentes disciplinas, jogos e brincadeiras.

Organize as acomodações

Se as escolas e os familiares concordarem, é possível que os alunos passem a noite no prédio, desde que se organize as formas de acomodação e as refeições durante esse período.

Receba e visite

Prepare seus estudantes para a experiência do intercâmbio, estimule a troca de conhecimentos e mostre como existem diferentes maneiras de enxergar e lidar com o mundo.

Equipagem

Como integrar alunos migrantes, valorizando suas culturas?

Como integrar alunos migrantes, valorizando suas culturas?

Como integrar alunos migrantes, valorizando suas culturas?

Compartilhe: