publicado dia 28/02/2014

Animação “Cordas” emociona ao relatar amizade entre uma garota e um menino com paralisia cerebral

por

Consagrado com o Prêmio Goya de 2014, o curta animado “Cordas” vem emocionando crianças e adultos ao redor do globo. O filme narra a amizade entre Maria, uma garotinha muito especial e Nicolás, seu novo colega de classe, que sofre de paralisia cerebral. A pequena, vendo algumas das impossibilidades do amigo, não desiste e faz de tudo para que ele se divirta e consiga brincar.

Reconfigurando e recriando jogos e atividades, Maria celebra a vida do colega, aprende ao passo que ensina e emociona a todos – inclusive os espectadores -, com as possibilidades do sonho e de uma amizade verdadeira.

Ao final, uma surpresa especial, que lembra a todos da importância do educar e da relação que se estabelece no ensino e aprendizagem.

Assista o trailer em espanhol:

O filme é baseado na vida do diretor Pedro Solís, que é pai de um outro Nicolás, que também sofre de paralisia cerebral e de Alejandra que, assim como Maria, faz de tudo pelo irmão se sentir pleno em sua infância. Ao vencer a premiação, Solís agradeceu seus filhos pelos ensinamentos e à esposa Lola, por todas as vezes que ela não chorou na sua frente. “Há cordas que não amarram e sim libertam”, concluiu sua fala, durante a premiação, no dia 9 de fevereiro, em Madri, na Espanha.

Saiba mais sobre o filme no seu site oficial.

 

“Fazer educação inclusiva é construir uma sociedade inclusiva”