72% dos pais de criança autista afirmam que escola não ajuda no aprendizado do filho

Uma pesquisa realizada com cuidadores da região oeste da Grande São Paulo revelou que apenas 27,7% dos pais de crianças com autismo avaliam que a escola colabora na aprendizagem acadêmica do filho. Os dados compõem uma dissertação de mestrado da Universidade de São Paulo (USP), realizada pela pesquisadora Ana Gabriela Lopes.

Por outro lado, 85% dos genitores entendem a escola como uma experiência positiva e 53% acreditam que o desenvolvimento social é o resultado mais relevante na frequência às aulas.

A orientadora da pesquisa, professora Fernanda Dreux Miranda Fernandes, explica que os 85% de aprovação, mesmo que não signifiquem aprendizado, é resultado de uma gratidão. Ela acredita que o medo de o filho não ser aceito é tão grande que, somente o fato de a criança estar matriculada e com direito ao convívio já é visto como suficiente.

Um equívoco, explica Fernanda, que acredita que a socialização não é o mais importante em meio a esse processo. Para a especialista, as crianças autistas têm capacidade de acompanhar o currículo de uma escola regular desde que tenham acompanhamento.

Tempo na escola

A pesquisa também colheu dados sobre o tempo das crianças autistas na escola: 70% das delas frequentam a escola durante toda a semana, enquanto mais de 16% vão apenas três dias por semana.

Para a pesquisadora, o cenário reflete falta de estrutura e despreparo, já que o papel das políticas públicas é o de incluir as crianças em escolas regulares.

Segundo a fonoaudióloga Danielle Defense não são raros os históricos de tentativas de pais com crianças autistas em diversas escolas. Danielle revela que há muita resistência por parte das escolas, mas acredita que os pais não devem desistir porque mais importante que a sociabilização é o aprendizado das crianças.

Com informações do IG

Deixe um comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>