publicado dia 28/05/2015

Termo de Cooperação Técnica com Instituições de Ensino Superior

WhatsappG+TwitterFacebookCurtir

No Programa Escola Integrada da Prefeitura de Belo Horizonte, uma das estratégias centrais adotada pela gestão para a ampliação da oferta educativa para os estudantes da rede municipal foi a realização de parcerias com Instituições de Ensino Superior.

Tais parcerias tinham o objetivo de viabilizar que estudantes universitários e professores se engajassem no programa: os estudantes como monitores de oficinas nas escolas e os professores como orientadores da sua atuação.

Na intenção de que não apenas  estudantes dos cursos de licenciatura, mas de todos os cursos pudessem participar,  a interlocução se deu com as pró-reitorias ou coordenadorias de extensão das instituições de ensino superior.

Dessa forma, foi assinado um Termo de Cooperação Técnica entre a Secretaria Municipal de Educação (SMED) e cada Instituição de Ensino Superior (IES) – 13 no total, sendo 3 públicas e 10 particulares. Este documento estabelecia os termos da parceria, que previa a oferta de atividades educativas em formato de oficina pelas IES, oficinas estas que eram executadas por estudantes universitários de graduação ou pós-graduação. As oficinas ofertadas eram das mais diversas áreas –  rádio, quadrinhos, botânica, astronomia, robótica, nutrição, matemática lúdica, esportes, dança,  entre outras. (Veja aqui as propostas das oficinas ofertadas pela Universidade Federal de Minas Gerais para o Programa Escola Integrada).

Como contrapartida, a SMED viabilizava o pagamento de uma bolsa de extensão a estes estudantes, mediante a assinatura de um Termo de Adesão a Atividades de Extensão firmado entre o estudante, a IES e a escola onde o mesmo iria atuar.

Acesse aqui os modelos de documentos utilizados em Belo Horizonte para viabilizar estas parcerias.