Caminhada da Paz convida, anualmente, comunidade de Heliópolis a pensar seu papel educativo

Publicado dia 23/08/2013

Iniciativa: Caminhada da Paz

 

Pública ou Privada: Pública

Descrição: A Caminhada da Paz, ou pela Paz (os dois títulos são utilizados) surgiu em 1999, como símbolo de resistência e mobilização comunitária, quando uma jovem que cursava Educação de Jovens e Adultos (EJA) na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Campos Salles, em Heliópolis, bairro da capital paulista, foi assassinada na saída das aulas. O movimento teve início quando Braz Nogueira, diretor da escola convidou outros setores e movimentos sociais da região a se juntaram em uma caminhada que pedia o fim da violência e união de todo o coletivo por uma agenda de paz. O grupo recebeu o nome de Movimento Sol da Paz e desde então organiza anualmente a caminhada.
Desde a primeira edição, Bráz que considera que a educação é responsabilidade não só da escola, mas de todos da comunidade, busca que as escolas e outros equipamentos educativos locais debatam temas relacionados à cultura de paz e juntos, formem uma agenda que reflita os interesses da comunidade, respeitando as vozes das crianças e adolescentes que dela fazem parte.

Além da caminhada, a União de Núcleos Associações e Sociedades de Moradores de Heliópolis e São João Clímaco (UNAS), um dos proponentes do Movimento Sol da Paz, e a própria escola reúnem mensalmente os moradores da região em atividade para formação política e cidadã, a partir de assuntos escolhidos pela própria comunidade.
A comunidade financia a Caminhada a partir dos próprios projetos desenvolvidos pelas instituições presentes no bairro. Confeccionando cartazes e girassóis em papel – símbolo do movimento – todos os custos são previstos nos planejamentos anuais dos equipamentos organizadores. Para melhor compreender as características da comunidade e refletir conscientemente sobre a necessidade de temas a serem pautados na agenda coletiva, a EMEF Campos Salles vem utilizando um software de mapeamento colaborativo, o MootiroMaps, idealizado pelo Instituto de Fomento à Tecnologia do Terceiro Setor – IT3S.

Início e duração: A iniciativa teve início em 1999 e permanece em atividade até os dias atuais.

Local: A experiência acontece no bairro de Heliópolis, Zona Sul da capital de São Paulo (SP)
Responsáveis: EMEF Presidente Campos Salles
Envolvidos e parceiros: CCECH, Centro Educacional Unificado (CEU) Meninos, EMEF Gonzaguinha, Centro da Criança e do Adolescente (CCA) Heliópolis, União de Núcleos Associações e Sociedades de Moradores de Heliópolis e São João Clímaco (UNAS).

Financiamento: Recursos da própria comunidade e projetos apoiados por instituições do terceiro setor.
Principais Resultados: A caminhada reúne mais de dez mil pessoas todos os anos. A partir da sua realização, a escola verificou aumento significativo da presença das famílias nas escolas e a discussão sobre de uma aprendizagem cidadã como uma agenda coletiva de toda a comunidade. Com a mobilização do Movimento Sol da Paz, a escola também deu início a um grêmio estudantil que hoje, além de participar de outras discussões da comunidade, atua na organização da caminhada.

Materiais e Publicações: Heliópolis, Bairro Educador, vídeo de 52 min, dirigido por André Ferezine, disponível gratuitamente aqui.

Contato: UNAS

Rua da Mina, 38 – Heliópolis, São Paulo

Telefone: ( 11) 2272 0140 e (11) 2272 0148

Email: unass@uol.com.br

Site: http://unas.org.br

 

Gestão Pública

EMEF Campos Salles transforma currículo e valoriza a autonomia do estudante