publicado dia 06/09/2013

Programa do MEC oferece formação continuada para professor do campo e quilombola

19/09/2013

Gestores públicos de educação, tanto na esfera estadual, quanto na municipal, que tenham em suas redes escolas multisseriadas no campo ou quilombolas, poderão aderir ao Programa Escola da Terra, que que oferece formação continuada e gratuita a professores que atuam nessas unidades de ensino. As inscrições devem ser feitas até o dia 19 de setembro.

De acordo com o portal do MEC, o secretário precisa entrar na página eletrônica do Sistema de Informações Integradas de Planejamento, Orçamento e Finanças do MEC (Simec) e informar seu CPF e senha. Dentro do Simec, deve acessar o Plano de Ações Articuladas (PAR) e o programa Escola da Terra. Nesta etapa do processo, o gestor deverá informar apenas o número de escolas multisseriadas e quilombolas de sua rede e o respectivo número de professores.

Formação

A Escola da Terra compreende, entre suas funções, a atividade de formação continuada e acompanhada de professores que trabalham com estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental em escolas multisseriadas no campo, e em escolas quilombolas. Os educadores poderão participar de formação com carga horária mínima de 180 horas. Parte da formação se dará em universidade públicas conveniadas ao programa e a outra acontecerá nas próprias escolas, com acompanhamento de tutores especializados.

As escolas receberão o material didático necessário à formação. Produzido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o conjunto de instrumentos contém jogos, mapas, recursos para letramento e matemática.

O FNDE também apoiará o programa por meio de pagamento de bolsas ao coordenador estadual e ao tutor responsável pela orientação dos professores na formação nas escolas.

Acesse aqui o espaço virtual do Simec.

 

O quê

Programa Escola da Terra

Quando

19/09/2013

Mais informações

http://portal.mec.gov.br/pet/194-secretarias-112877938/secad-educacao-continuada-223369541/18725-escola-da-terra