publicado dia 09/05/2017

10º Prêmio Professores do Brasil busca soluções inovadoras para ensinar e aprender

07/12/2017

“Reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula” é o objetivo do 10º Prêmio Professores do Brasil, cujas inscrições estão abertas até 25 de agosto. Os resultados serão divulgados em dezembro.

Criado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2005, a iniciativa ressalta que a participação dos professores, independentemente de serem selecionados, contribui para a melhoria da educação brasileira.

Reconhecendo o trabalho dos docentes das redes públicas, o Prêmio também procura dar visibilidade às experiências pedagógicas que sirvam de inspiração para outros educadores e o sistema de ensino.

Os vencedores de anos anteriores

Além das premiações estadual, regional e nacional, há categorias temáticas especiais, relacionadas a esporte, tecnologia, preservação da água e projetos que estimulem o interesse por Física, Química, Biologia e Matemática.

Em 2012, a professora Ângela de Lourdes Rezende e Araújo do Centro Municipal de Educação Infantil Colemar Natal e Silva, Goiânia (GO), implementou um projeto de Educação Infantil para resgatar brincadeiras do tempo em que os pais dos estudantes eram crianças, aproximando as famílias da escola.

Além disso, propôs um resgate de brincadeiras populares infantis por meio de um estudo da vida e obra do artista Cândido Portinari. Na sequência, convidou a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Goiânia a participar da brincadeira.

No mesmo ano, a professora Raquel Gonçalves Ferreira, da Escola Classe 18, de Taguatinga (DF), descobriu uma maneira mais prazerosa de alfabetizar seus alunos: escrevendo um livro coletivo. O projeto Como nasce um livro? despertou o interesse dos estudantes antes de eles começarem a ler.

Em 2014, a professora Lucimara Lopes França, da Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, em Presidente Médici (RO), incluiu o folclore nas disciplinas, para que os alunos se identificassem mais com a história do país, por meio do projeto Gêneros Textuais: Manifestações da cultura popular.

O projeto proporcionou contato com lendas, cantigas, ditados populares e trava-línguas, e diferentes mídias na sala de aula, para explicar como o mundo era compreendido pelos povos antigos.

Em 2015, o professor Anderson Luiz dos Santos, venceu o Prêmio com a experiência Estudo da Realidade Local – ações e perspectivas: o contexto sociocultural do entorno da Escola Municipal Benedito Calixto, em São Paulo, feito com estudantes dos anos finais do ensino fundamental.

O quê

10º Prêmio Professores do Brasil

Quando

07/12/2017

Inscrições

08/05/2017 - 25/08/2017

Mais informações

http://premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/

“Quem mais influencia um professor são os outros professores”